TEXTÁFRICA DE CHIMOIO QUER ATACAR MOÇAMBOLA COM TUDO

Quinito Júnior, presidente do Clube Textáfrica de Chimoio, pediu hoje ao governo moçambicano, que acelere a retoma do futebol no país à semelhança dos outros países africanos, por forma a reduzir o impacto da crise financeira que está a afectar os clubes nacionais, devido à pandemia de covid-19.

TEXTO: CARMEN SAULOSSE

O dirigente começou a sua intervenção referindo que:

“(…) as pessoas sobem chapa com máscaras e tudo mais, as pessoas também podem ir para os campos dos clubes, temos a possibilidade de poder por no portão torneira, sabão e no campo as pessoas usarem máscara” referiu.

Para Quinito Júnior, o futebol deve retomar ainda este ano, por forma a garantir sustentabilidade para os que vivem da modalidade:

“o futebol não pode parar, o mundo já está a se abrir(…)eu queria pedir para que olhassem para isso porque há muita gente que vive do desporto, que vive de futebol e está sofrer então vamos entrar para este novo mundo, uma nova realidade” disse.

O presidente do Textáfrica de Chimoio Quinito Todo Júnior, falava no âmbito do memorando assinado com a Paytech, S.A, nesta quarta-feira, empresa moçambicana vocacionada para o desenvolvimento de aplicações.

Nós vivemos o Desporto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.