COVID-19 “SECA” CLUBE GOLFINHOS DE MAPUTO

A Vice-Presidente para área do património do Clube de Natação Golfinhos de Maputo Maria Dengo, revelou que a agremiação ressente-se da crise financeira causada pela pandemia de covid-19, por isso para aliviar as despesas, deseja retomar às actividades o quanto antes, dentro das restrições impostas pelo governo, no âmbito do combate à COVID-19.

POR: ELTON VALDEMIRO

Maria Dengo, falava no âmbito da visita do Secretário de Estado de Desporto Gilberto Mendes, realizada na manhã desta segunda-feira(21) as instalações do clube que dirige. Na ocasião, Dengo expôs diversas preocupações e dificuldades enfrentadas pelo clube:

“(…)o clube apresentou as preocupações mais exigentes que passam por permitir que os federados comecem a nadar dentro das restrições de covid-19 e das recomendações do governo. Essas são as nossas preocupações e dos nossos atletas (…) estão a mais de dois meses sem poder nadar, e então dentro das restrições de segurança, se fosse possível começar-se a nadar(…)” disse.

Mais adiante a dirigente falou da necessidade de manuntenção do património do clube, assim como a situação financeira do mesmo:

“(…)A manutenção da piscina que, no modelo de negócios em que temos as escolas a financiarem os federados ficamos com uma limitação financeira muito grande, estamos a entrar em estresse” revelou.

Maria Dengue referiu-se igualmente a actual situação financeira do clube:

“(…)Nos temos uma estratégia de recuperação se o governo nos permitir, a covid-19 deu-nos um choque financeiro, mas podemos pensar em recuperar mas vai levar tempo” desabafou.

Na visita aos Golfinhos, o SED Gilberto Mendes fez-se acompanhar pelo presidente do Comitê Olímpico Nacional, Aníbal Manave que de perto auscultou as preocupações apresentadas pelo clube.

Nós vivemos o Desporto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.