ISAC DE CARVALHO: “SOBREVIVER QUATRO MESES SEM O FUTEBOL NÃO É NADA FÁCIL”

O Capitão do costa do sol Isac de Carvalho, está a ressentir-se dos impactos pregados pela pandemia da covid-19 que vem assolando o mundo e o futebol,ao revelar que finaceiramente, está a ser dificil ficar quatro meses sem jogar.

POR: LEOVIGILDO DA CRUZ

Falando ao ESFÉRICO, o avançando de 30 anos começou por referir que esperava voltar a competir em breve:

“estavamos com essa expectativa naquilo que eram os comentários que vinhamos ouvindo que provavelmente voltariamos a competir e prolongaram mais uma vez (…) temos que respeitar, sem saúde não há futebol” disse.

Mesmo assim, o campeão em título pelos canarinhos ainda mantém esperanças no relaxamento das medidas de prevenção da COVID-19 para regresso do futebol no pais:

Nas últimas semanas temos ouvido que é possível haver um tipo de relaxamento em algumas áreas e temos a esperança que o futebol pode se enquadrar nessas áreas, voltamos a competir “ disse

Sobre a prorrogação do estado de emergência pela terceira vez pelo chefe de estado Filipe Nyusi ,Isac reconhece que:
financeiramente sobreviver quatro meses sem o futebol não é nada fácil, nós somos jogadores de Futebol, vivemos de prêmios de jogo e aquela atmosfera toda” referiu

Mais adiante o camisa 10 dos canarinhos aconselhou  aos jogadores a criarem pequenos investimentos para se fazerem a crise:

Nós jogadores em alguma parte da nossa carreira temos que começar a fazer os nossos pequenos investimentos para que quando momentos desses apareçam nos tenhamos algum tipo de suporte financeiro, todos jogadores devem pensar a estar assim, vemos que a nossa carreira é bastante curta, mas não é fácil, temos estado a suportar com algum tipo de sacrifício com algumas ajudas” disse.

Isac não escondeu o desejo de voltar aos gramados, ao referir que:

eu se fosse para competir voltava amanhã, não vejo a hora de sentir a atmosfera de estar com os meus colegas , a equipa técnica e a trabalhar” referiu

O jogador terminou dizendo que voltará mais forte:

vou voltar bem forte, voltar bem forte, focado nos objetivos do meu clube” rematou

NÓS VIVEMOS O DESPORTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.