FREDERÍCO MUIANGA E AS “BOLADAS” PARA CONTORNAR A CRISE CAUSADA PELA COVID-19

O Taekwondoca Moçambicano Frederíco Muianga, opta pelas outras formas de rendimento para se fazer a crise financeira gerada pela pandemia da COVID-19.

POR: CARLOTA SAULOSSE

O actual melhor competidor na África Austral e em Moçambique, aponta que maior parte dos desportistas ressentem-se da crise por falta de outras fontes de renda:

Muitos desportistas tem passado mal desportivamente devido a pandemia, porque muitos dependem do desporto para a sua sobrevivência, felizmente eu tenho várias formas de renda” revelou

Frederíco revelou que financeiramente não tem sentido os impactos da covid-19,e conta que durante a pandemia tem:

“dado aulas online do taekwondo, isso tem me ajudado bastante, dou aulas em três escolas e não tenho sentido muito o efeito da corona financeiramente” disse

Segudo o atleta, a sua maior dificuldade é a falta de treinos colectivos:

acho que a corona tem me afectado mais desportivamente porque minha modalidade é complicado fazer um treino sozinho, precioso de um mestre, preciso dos colegas para treinar, então essa tem sido a nossa maior dificuldade, devido esse tempo, espero que essa pandemia passe o mais breve possível e que possamos voltar o mais breve possivel ” terminou

Frederíco Muianga acomula  106 medalhas e é sócio na empresa  mobiliária Plango Mobília

NÓS VIVEMOS O DESPORTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.