COVID-19 ATRASA REABILITAÇÃO DO ENZ

O Secretário de Estado de Desportos, Gilberto Mendes garantiu estarem em andamento as obras de reabilitação e requalificação do Estádio Nacional do Zimpeto (ENZ), todavia a conclusão das obras depende do material importado, que chegará ao país assim que às fronteiras nacionais forem abertas.

POR: ELTON VALDEMIRO

Depois da visitar nesta segunda-feira as instalações da Federação Moçambicana de Voleibol, situada no recinto do Estádio Nacional do Zimpeto, Gilberto Mendes inteirou-se do estado das obras de reabilitação e requalificação do ENZ, que segundo constatamos, decorrem normalmente, não obstante o facto de faltarem alguns materias importados para o efeito, congelados no exterior, devido ao encerramento das fronteiras nacionais por conta da pandemia da covid-19.

O governo quando recebeu o relatório da CAF aciounou parte da garantia que o estádio tem, e começaram as obras de recuperação por parte das bancadas, balizas e requalificação das mesmas. Começou também a ser feita a reabilitação das tores de energia…ou seja, estamos a fazer aquilo que nos é possível fazer sem ter que recorrer ao mercado externo” disse.

Segundo Gilberto Mendes, o Estádio Nacional do Zimpeto beneficiará de um apoio do governo da China que consiste na manutenção do patrimônio até 2022:

O governo de Moçambique tem um protocolo feito com o Governo da República popular da China na garantia das obras e manutenção do estádio que vai até 2022, inclusive temos aqui(…) técnicos que vieram da China para trabalharem na reabilitação e manutenção do estádio. São esses técnicos que tem estado neste momento a coordenar as actividades” disse.

Neste momento a conclusão das obras depende apenas da abertura das fronteiras para a chegada dos materiais importados:

(…)Só estamos a espera que as fronteiras abram para que os materiais que dependem da importação possam entrar” salientou o responsável pelo desporto no país.

Recordar que a reabilitação do ENZ custará cerca de um milhão e meio de dólares, o equivalente a cerca de 102 milhões de meticais.

NÓS VIVEMOS O DESPORTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.