MAGNATA SUL-AFRICANO PATRICE MOTSEPE SUCEDE AHMAD AHMAD NA PRESIDÊNCIA DA CAF

O nono homem mais rico de África segundo a Forbes, o bilionário sul-africano Patrice Motsepe, será o próximo presidente da Confederação Africana de Futebol. O magnata dono do gigante africano Mamelodi Sundowns, tornou-se candidato único a ocupar a vaga, depois que os concorrentes resignaram e declararam-se apoiantes.

TEXTO: REDACÇÃO

Com uma fortuna estimada em cerca de três biliões de dólares americanos, o equivalente a pouco mais de 228 mil bilhões de meticais no câmbio do dia, o bilionário sul-africano da mineração, Patrice Motsepe, será confirmado como o novo líder do futebol africano na próxima sexta-feira(13.03), durante a Assembleia Geral da CAF, em um final tranquilo de semanas tumultuadas de campanha.

De 59 anos de idade, o também proprietário do Mamelodi Sundowns, nunca ocupou cargos na administração do futebol, desfrutando de um perfil bastante enigmático semelhante a dos bilionários, que investem nos principais clubes europeus.

De quatro candidatos a presidência da CAF, nomeadamente, Jacques Anouma da Costa do Marfim, Augustin Senghor do Senegal e o presidente da Federação de Futebol da Mauritânia, Ahmed Yahya, Motsepe tornou-se candidato único a ocupar a vaga, depois que os seus concorrentes resignaram e declararam-se seus apoiantes.

Os três anteriores candidatos deverão ocupar os cargos de vice-presidentes na nova administração do futebol africano. Desde vai para o facto de que desde que a CAF foi fundada em 1957, nunca teve um presidente de países de língua inglesa.

A dias da eleição do seu sucessor, o Tribunal Arbitral do Desporto reduziu  de cinco para dois anos a suspensão pronunciada em Novembro pela FIFA contra o então presidente da (CAF), Ahmad Ahmad, culpado de uma série de ilícitos éticos e financeiros, que confirmaram a sua inelegibilidade a um segundo mandato no organismo reitor do futebol africano.

NÓS VIVEMOS O DESPORTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.