LUÍS GONÇALVES SUGERE: “É MELHOR ADIAR OS JOGOS”

Numa entrevista ao jornal português Record, o seleccionador dos Mambas Luís Gonçalves, sugeriu o adiamento dos encontros com o Ruanda (24 de Março) e Cabo Verde (30 de Março), válidos para as duas últimas jornadas de qualificação para o Campeonato Africano das Nações- Camarões 2021, devido aos condicionalismos impostos pela pandemia da COVID-19 no futebol moçambicano.

TEXTO: CORTESIA/RECORD

A pandemia da COVID-19 continua a condicionar o futebol, especialmente fora da Europa, onde o vírus permanece descontrolado. Na América do Sul, os jogos de qualificação para o Mundial Qatar 2022, já foram adiados e a Confederação Asiática de Futebol, prepara-se para anunciar o mesmo. Em África ainda não foi tomada uma decisão final em relação às eliminatórias para a CAN, mas o adiamento dos jogos ainda é possível e será debatido hoje, numa reunião da Confederação Africana de Futebol (CAF), que está reunida em Marrocos para escolher o seu presidente.

A situação em Moçambique é complicada, pois a competição parou e Luís Gonçalves admite os adiamentos dos encontros com o Ruanda (24 de Março) e Cabo Verde (30 de Março).

“O campeonato e os treinos foram interrompidos a 8 de Fevereiro e só na semana passada é que os clubes voltaram a ter autorização para voltar a trabalhar sob a condição de testes massivos à COVID-19. Ainda tentei promover um estágio interno durante 15 dias, mas não foi possível. Esta questão afecta-nos bastante pois temos vários internacionais a jogar localmente, como os guarda-redes, por exemplo. Vão chegar sem ritmo”, lamenta o técnico português que também ainda não sabe se pode contar com os “mambas” que jogam em Portugal: “O Bordéus já nos disse que não liberta o Mexer e se os clubes portugueses fizerem o mesmo é melhor mesmo adiar os jogos, pois não será possível apresentar uma equipa competitiva”.

Como se os problemas já não fossem muitos, Luís Gonçalves ainda apresenta outras dificuldades logísticas que serão difíceis de ultrapassar. “O jogo no Ruanda foi antecipado para dia 24 de Março e temos jogadores no Campeonato de Portugal que jogam no dia 21. Mesmo que cheguem ao Ruanda dia 22 terão de fazer o teste à COVID-19 e ficar isolados até saírem os resultados o que demora mais 24 horas… Alguns podem ter de jogar sem fazer um único treino”, sublinha.

NÓS VIVEMOS O DESPORTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.