LUÍS GONÇALVES OFICIALIZA PERDÃO A FMF E DESTACA PAPEL DO SED NO PROCESSO

O ex-selecionador dos Mambas, Luís Gonçalves assinou na tarde desta sexta-feira(11), o acordo que coloca ponto final a dívida com a Federação Moçambicana de Futebol.

O acordo em causa foi rubricado entre Luís Gonçalves e Fundo de Promoção Desportiva, organismo da SED que vai desembolsar o valor que a Federação Moçambicana de Futebol foi condenada pela FIFA a pagar a Luís Gonçalves.

Com o acordo rubricado, Luís Gonçalves irá receber perto de 122 mil dólares americanos (cerca de 7.9 milhões de Meticais) e Tiago Capaz sai deste imbróglio com cerca de 41 mil dólares (perto de 2.6 milhões de Meticais). Os dois treinadores vão receber o valor acordo numa única vez.

Neste tempo todo mantive o silêncio. Nunca falei para a imprensa e nunca comentei as notícias que eram colocadas, por vezes usando meu nome. Eu sou o Luis Gonçalves e sou o que sou. Eu não cheguei a nenhum acordo com a FMF. Portanto, o comunicado feito pela FMF é falso. Eu assumo o acordo com a SED” rematou Luís Gonçalves.

A Federação Moçambicana de Futebol não esteve presente neste evento, a pedido de Luís Gonçalves. Apesar do grande prejuízo pessoal, Luís Gonçalves diz ter entrado em acordo com a SED para evitar que Moçambique tivesse problemas com a FIFA e que continue a participar nas provas internacionais em representação ao país.

Por consideração a Moçambique e ao Gilberto Mendes, aceitei este acordo. O futebol moçambicano merece uma chance e precisa ser refundado e este é o momento certo para o fazer, que esta seja a campainha necessária para o início de uma era de mudança. Foi com esse espírito e crescimento para não impedir o crescimento do futebol moçambicano que aceitei os termos propostos” acrescentou.

Por sua vez, o Secretário de Estado de Desporto, Gilberto Mendes, agradeceu a solidariedade de Luís Gonçalves, por Moçambique:

“Prevaleceu, no fim, o bom-senso. A vontade de se trabalhar para o País e termos o País a ser visto com alguma positividade e com o respeito que merece a nível internacional”.

O acordo assinado nesta sexta-feira na Cidade de Maputo, será apresentado formalmente à FIFA nos próximos dias.

NÓS VIVEMOS O DESPORTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.