APÓS EMPATE, TÉCNICOS DE ZAINADINE E WITTI FAZEM AVALIAÇÃO POSITIVA DO DÉRBI MADEIRENSE

A partida entre as equipas dos internacionais moçambicanos, Zainadine Júnior, e Witiness Quembo, Marítimo e Nacional respectivamente, terminou sem abertura de contagem, em partida referente a sexta jornada.

TEXTO: ELTON VALDEMIRO

Depois do jogo, os treinadores de ambas equipas, fizeram o balanço do Dérbi. Luís Freire, técnico do Nacional considera que faltou agressividade por parte dos seus jogadores:

O Marítimo esteve um bocadinho melhor na capacidade de ter a bola, estávamos a perder a bola rápido(…) acho que tiveram mais domínio territorial até aos 25 minutos. Após os 30 minutos estivemos melhor, já acabámos a primeira parte de outra maneira, conseguimos chegar à baliza do adversário com remates perigosos(…) Faltou um pouco de agressividade, fizemos alguns remates, mas não conseguimos marcar o golo que daria os três pontos(…)Na minha opinião, pelo futebol produzido, podíamos ter levado os três pontos, mas é o futebol” disse.

Por outro lado, Lito Vidigal treinador do Marítimo, avançou que a sua equipa tudo fez para conquistar os preciosos três pontos:

Fizemos primeiros 40 minutos fantásticos(…)era nossa intenção vencer este jogo e fizemos tudo para isso. Nesse período tivemos três ocasiões claras para poder concretizar mas fomos infelizes. Nos últimos cinco minutos da primeira parte o Nacional criou algum perigo, em alguns livres e num canto, mas sem criar situações de finalização” rematou.

Com o empate, o Marítimo soma sete pontos no décimo primeiro lugar, mesma pontuação tem o Nacional que estaciona-se no décimo posto.

NÓS VIVEMOS O DESPORTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.