POLÉMICA: GESTO DE CRISTIANO RONALDO GERA BAIXA DE 4 BILHÕES DE DÓLARES PARA COCA-COLA

O gesto de Cristiano Ronaldo, ao remover da frente duas garrafas de Coca-Cola e substitui-las por água, na conferência de imprensa do pré-jogo Portugal X Holanda, realizada na última segunda-feira (14.06), está a custar caro para a empresa, que por sinal, é patrocinadora da selecção portuguesa.

TEXTO: REDACÇÃO-ESFÉRICO

Logo após a conferência de imprensa, as acções sofreram uma desvalorização de 1,6%, causando um prejuízo estimado em quatro (4) bilhões de dólares americanos.

Vale lembrar que Cristiano Ronaldo desaconselhou ainda o seu consumo e, em contrapartida, aconselhou o consumo de água.

De lembrar que no ano passado, Cristiano Ronaldo já tinha criticado o consumo de refrigerantes ao falar sobre a alimentação do seu filho mais velho, Cristiano Ronaldo Júnior, de 10 anos.

Recorde-se que a Coca-Cola é um dos principais patrocinadores da EURO 2020.

A UEFA já saiu em defesa da gigante dos refrigerantes, destacando a importância da Cola Cola para provas europeias e não só.

A The Coca-Cola Company, parceira da UEFA desde 1988, ainda não reagiu ao gesto de CR7.

Veja o gesto de CR7 no vídeo abaixo:

 

NÓS VIVEMOS O DESPORTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.