MASSA ASSOCIATIVA DO MAXAQUENE NEGA QUE A FIFA TENHA BLOQUEADO A LICENÇA DO CLUBE

O Clube de Desportos da Maxaquene diz ser “falsa, difamatória e caluniosa” a informação que dá conta do bloqueio da sua licença profissional pela FIFA.

Após ser divulgado por diversos órgãos de informação, a nota que dava conta do suposto bloqueio da licença profissional dos tricolores, por conta de uma dívida que atinge cerca de 2 milhões de dólares, acumulada ao longo dos anos, a Comissão dos Sócios convocou uma conferência de imprensa, na qual afirmou ser totalmente falsa a informação em questão.

“O clube de Maxaquene tal como outras instituições desportivas tem suas dívidas com os seu credores e colaboradores, sendo que a mesma não atinge a soma de dois milhões de dólares (…) O clube de Desportos da Maxaquene distancia-se destas notícias caluniosas, difamatórias que circulam na imprensa e redes sociais. Não sabemos onde foi se buscar esta informação, com esses números astonómicos, quem é o mentor, qual é a intenção e a finalidade de trazer ao público tamanha mentira” afirmou Efrain Tembe, Presidente da Comissão dos Sócios.

Efrain assegurou que houve erro de câmbio relativamente a informação anteriormente avançada pelo presidente da Comissão de Gestão do Maxaquene, Domingos Langa sobre a dívida dos 2 milhões de dólares.

“Acredito que tenha havido um erro de câmbio uma vez que depois de ter conversado com o jornalista, o Presidente da Comissão dos Sócios entrou em contacto com a Comissão de Gestão para perceber o que teria acontecido, tendo o Presidente de Gestão afirmado que não tinha falado desses números. Quanto a participação da equipa no Moçambola, veremos após as eleições com a direcção que for eleita em Abril ou Maio, essa direcção é que vai arcar com todos os requisitos que são exigidos pela FIFA para podermos nos inscrever nas competições” acrescentou Tembe.

Maxaquene que actualmente não conta com um patrocinador oficial, depende do apoio dos sócios para participar condignamente nas provas.

Apesar da crise, os tricolores foram vice-campeões da cidade de Maputo em Basquetebol e apuraram-se para Liga Nacional de Basquetebol Seniores Masculinos.

Actualmente, destaca-se o desempenho da equipa de futebol no Campeonato da Cidade de Maputo em Futebol, onde ocupa a primeira posição na tabela classificativa.

A comissão aproveitou a oportunidade para apresentar 30 pares de conjunto de equipamento para estágio da equipa de futebol, 15 pares de chuteiras, tendo prometido angariar mais fundos para aquisição de mais materiais para o clube.

NÓS VIVEMOS O DESPORTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.