MAHOMED GALIBO:”A SAÍDA DE INÁCIO BERNARDO DO GDM FOI INJUSTA”

O antigo presidente do Grupo Desportivo Maputo(GDM) Mahomed Galibo, considera “injusta e precipitada”, a saída do do professor Inácio Bernardo da presidência do clube alvi-negro.

TEXTO: ELTON VALDEMIRO

Em Maputo a lazer, o também embondeiro do jornalismo desportivo nacional e eterno adepto do GDM, não quis perder a cerimônia de apresentação da nova equipa técnica, liderada por Rogério Mariannii.

Na ocasião Galibo, comentou sobre a saúde do Desportivo Maputo, tendo analisado muito particularmente, a mediatizada saída do professor Inácio Bernardo da presidência do clube.

“O professor Inácio Bernardo estava a fazer um bom trabalho, tinha um bom projecto, infelizmente com a Covid-19, acabou por se estragar todo processo(…) precipitou-se essa saída do professor Inácio Bernardo” começou por dizer Mahomed Galibo, acrescentado que houve injustiça no processo “para mim a saída do professor Inácio foi injusta, não merecia ser tratado da maneira como foi tratado” rematou.

Recorde-se que Inácio Bernardo demitiu-se após ceder a pressão dos massa associativa e adeptos.

Actuamente o clube alvi-negro é administrado por uma comissão gestão liderada por Danilo Liasse.

NÓS VIVEMOS O DESPORTO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.