Os profissionais da comunicação social, apelaram na tarde desta segunda-feira(17/08) ao  Secretário de Estado do Desporto, a valorização do papel do jornalista desportivo, por ser um actor fundamental para a industrialização do desporto nacional.

TEXTO: MONICIA MABAI

Num encontro que teve como pano de fundo a reflexão sobre a proposta sobre a revisão da actual Lei do Desporto e o respectivo regulamento, a imprensa desportiva nacional defendeu que é preciso valorizar a classe, pois esta desempenha um papel fundamental no sector:

“Uma das coisas que nós defendemos é a valorização dos jornalistas. A valorização passa por prover informações aos jornalistas que precisam. Sentir-se valorizado é chegar ao Clube e o Clube sentir-se obrigado a passar a informação” disse Adão Matimbe, presidente da Associação Moçambicana de Imprensa Desportiva (AMID).

Por sua vez, o decano do jornalismo moçambicano Renato Caldeira, defendeu a que é preciso olhar-se para o desporto como um sector crucial para o desenvolvimento de uma nação. Segundo Caldeira:

“(…)Falou-se do estatuto do jornalista na sociedade, isso é um facto. É  uma coisa que eu pessoalmente senti e sinto. Ora, devemos igualar o nosso desporto a outras realidades(…)Não há paixão naquilo que é nosso’’ rematou.

A auscultação pública sobre a revisão da actual Lei do Desporto, é promovida pela Secretaria de Estado do Desporto, e terá a duração de 45 dias.

Nós vivemos o Desporto!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here